A liberdade de ser – Bia Thomazi

1533

A cara de moleca e a simplicidade no olhar fazem da jovem Bia Thomazi uma pessoa espontânea que ama viajar e viver novas experiências sem medo de ser quem é. Despindo-se de padrões, ela encarra as lentes da câmera pela segunda vez e descobre-se apaixonada pela mulher que batalha para ser.

“Eu sou estudante de Medicina Veterinária e faço inglês de manhã e estágio à tarde.” A escolha do curso é em razão de uma paixão antiga que Bia tem por animais, principalmente por cavalos, isso porque ela participava de competições de hipismo e chegou até mesmo morar no interior de São Paulo para treinar na hípica do tio. Mas a vida adulta exigiu que ela transformasse as montarias em algo mais duradouro, por isso a Medicina Veterinária foi sua escolha.

Mas ela também ama viajar para fora do país. A experiência mais recente foi um intercâmbio na Austrália, onde ficou por dois meses estudando inglês e fazendo amigos. “Eu gosto de socializar com as pessoas, fazer amizades com gente de outros países, que tem culturas diferentes da minha. São essas vivências que me definem como alguém simples e de bem com a vida.”

E quando o assunto é fotografia, ela se mostra modesta. “O meu maior desafio foi modelar, porque eu não tenho essa desenvoltura [risos].” Mas confessa estar mais familiarizada com as câmeras em sua segunda participação no quadro Meu Jeito de Ser. “Na primeira vez que fiz o ensaio para a revista, era um estilo que não combinava comigo, porque teve uma superprodução, e eu não gosto de usar muita maquiagem, então não sentia que era eu. Mas desta vez eu mesma fiz minha make, e as fotos tiveram uma produção mais pessoal, o que me deixou mais à vontade para fotografar. Eu adorei.”

Fotos: Armando Abdias




Deixe um comentário