Gratidão tamanho família – Roseana de Souza

655

O rosto de menina não esconde a mulher batalhadora que Roseana de Souza Gonçalves Raffagnin é. Ainda muito jovem, a iguaçuense saiu da casa dos pais para realizar um sonho que era estudar Moda, primeiramente em Maringá e depois em Curitiba, onde morou por dez anos. Mas a saudade da família e da terra natal a trouxe de volta em 2014, e Roseana percebeu que era hora de se aventurar por outro mundo. Então começou a trabalhar com os pais na loja de móveis.

“Meu sonho era fazer Moda, batalhei muito por isso, mas hoje vejo que meu desejo é outro, quero dar continuidade ao empreendimento da minha família.” E isso despertou nela a paixão por outro tipo de design: o de interiores. “Meu projeto daqui pra frente é fazer uma especialização na área de design de interiores para poder me aprofundar mais no trabalho na loja e poder oferecer outra variedade de produtos com uma linha mais exclusiva.”

Recentemente casada, ela e o esposo, Thiago, possuem uma rotina agitada, conciliando o trabalho com os momentos de lazer. “Nos finais de semana, gostamos de ficar em casa ou sair jantar com os amigos. E os domingos são sagrados para mim, pois é quando reunimos a família no almoço. É muito gostoso.” Ela também treina com um personal quatro vezes na semana e cuida da alimentação, mas sem grandes restrições.

E quando se trata da vida, Roseana considera-se muito grata pelas conquistas e pela família que tem. “Eu morei sozinha muito tempo, então hoje dou muito valor pra minha família, porque eu tinha 17 anos quando saí de casa, e não foi fácil. Senti muito a falta deles. Hoje gosto de aproveitar todos os momentos com eles e vejo que ter uma estrutura familiar é muito importante, porque se tudo desse errado lá eu teria para onde voltar. Tenho a segurança de ter uma família que me acolhe e me apoia.”

 “Eu gosto do acolhimento que Foz me proporciona. É meu lar, família. É onde eu me sinto em casa.”

Fotos: Hidalgo Gomes

Texto: Patricia Buche




Deixe um comentário