Dica: Nossa pele exige cuidados principalmente no verão

1655

Por: Patrícia Buche

Quando chega o verão, a “tentação” de ficar exposta ao sol para pegar aquela famosa marquinha é grande. Pessoas com a pele clara sofrem mais, mas todas as cores merecem um cuidado especial; e muitas vezes nos esquecemos dos perigos que isso pode nos causar. Por isso nunca é demais relembrar a importância de se proteger.

O calor na Tríplice Fronteira é um convite para nos reunirmos com os amigos e aproveitar o dia de sol na piscina, rio ou lago. E aí a exposição solar muitas vezes não é controlada, resultando em queimaduras na pele e problemas de saúde futuros.

A dermatologista Mariana Piccinin explica que antes de tomar sol é preciso ficar atento a alguns cuidados com a pele, lembrando que o horário de exposição deve ser antes das 10h e depois das 16h. “Para ter resultado eficaz, um tempo mínimo para a produção de vitamina D é a exposição de braços e pernas por 15/20 minutos, três vezes por semana, antes das 10h da manhã”, afirma.

Mesmo aquelas pessoas que não desejam tomar sol precisam ficar atentas, pois só o fato de sair na rua em horários de calor intenso expõe ao risco de queimaduras na pele. Por isso nunca saia de casa sem ter passado protetor solar, principalmente no rosto.

Segundo a dermatologista, existem três tipos de hidratação:

– Ingerir, no mínimo, mais de dois litros de água ao dia, para manter todo o corpo saudável.

– Hidratação da pele, pois a radiação UV (ultravioleta) e a IV (infravermelha) podem causar ressecamento, então o ideal é manter o uso de cremes hidratantes para pele e lábios e evitar o uso de sabonetes que causem ressecamento durante o banho.

– E hidratação dos cabelos, aplicando protetores capilares como leave-in, óleos e produtos com proteção UV para os fios que ajudam a manter o aspecto saudável e o brilho, principalmente em cabelos descoloridos ou tingidos. ((colocar imagens))

Todos esses produtos para cabelo você encontra na Lumax Cosméticos.

Uso do protetor solar 

Segundo a biomédica esteta Tassiane Ortega, o protetor solar protege a pele do câncer e do fotoenvelhecimento e ajuda a evitar manchas, rugas e flacidez, além de promover um aumento de melanina gradual e efetivo que permite adquirir aos poucos um bronzeado leve e seguro. “É fundamental manter um protetor solar com FPS 30, que deve ser aplicado nas regiões fotoexpostas, como rosto, colo, pescoço, braços, mãos e pernas. Dependendo da cor da pele, o fator de proteção precisa ser maior. Peles mais claras devem utilizar FPS 30 ou maior, dependendo do quanto se expõe ao sol. Já em peles negras, o FPS 15 é suficiente”, explica a doutora.

É aconselhável aplicar o produto meia hora antes da exposição. A quantidade dever ser suficiente para cobrir toda a área, repetindo-se a aplicação a cada duas horas, seja qual for o fator de proteção.

Todos estes produtos para a pele você encontra na Floreasca.

Consequências e cuidados pós-sol

Ao se ficar muito tempo exposto ao sol, ocorre o risco de queimaduras na pele, por isso uma das soluções é usar loções pós-sol – que são produtos refrescantes e calmantes para a pele. Mas a recomendação da Dra. Mariana é procurar um dermatologista caso isso ocorra, pois as queimaduras podem provocar câncer de pele, além de manchas e rugas. Na retina causam a degeneração macular, que leva a um tipo grave de perda visual.

Caso não tenha chegado a queimar, é recomendado usar hidratantes corporais e sabonetes com glicerina ou outros agentes que ressequem pouco a pele.

Este produto para a pele você encontra na Floreasca.

Importante: evite o uso de produtos caseiros para ajudar no bronzeamento, como é o caso da água com sal, pois os filtros solares não são à prova d’água; mesmo os mais resistentes perdem eficácia, além de que essas técnicas caseiras não fazem efeito na cor da pele.

 




Deixe um comentário