150 edições da Revista 100 Fronteiras

1648

Tudo aconteceu muito rápido, pois o tempo realmente não para. Da primeira edição formato jornal, com páginas internas em preto e branco, a 150 edições ininterruptas da Revista 100 Fronteiras, revista bilíngue com reconhecimento nacional. 

Quando me perguntam como foi que conseguimos chegaram até aqui, recordo-me de alguns momentos aleatórios. O convite da minha mãe para entrar para a equipe e a sugestão pelo curso de Jornalismo… Realmente as mães possuem o sexto sentido aguçado. Os empurrões do meu pai para a busca pela evolução profissional, os meses de vivência com o jornalista Jackson Lima ou mesmo o sonho de querer uma redação cheia com entra e sai, conversas instigantes e café quentinho.

Quem é empreendedor, empresário, sonhador sabe o custo que é acreditar em uma ideia e seguir contra as mais diversas barreiras, começando dentro de casa, indo para o governo, os recursos pessoais e financeiros limitados. Foi de tijolo em tijolo que o castelo 100 Fronteiras foi formando-se. Gosto de acreditar que crescemos junto com as Três Fronteiras. Quero acreditar que ainda temos muito a crescer e contribuir.  

No nosso ramo é comum ouvir falar que a internet veio de forma disruptiva e atrapalhou os negócios das mídias tradicionais. Não no nosso caso. Vemos com o viés do copo meio cheio. A rede nos ajudou a reduzir custos, ter acesso a diversos projetos editoriais, gráficos… e está fazendo o nosso conteúdo espalhar-se, aumentando a nossa audiência de forma exponencial por meio de nosso portal.

Continuamos a nossa caminhada buscando criar conteúdo de valor a você, amigo leitor. Adoramos explorar e aprofundar nosso conhecimento e dos leitores a respeito das nossas Três Fronteiras. Também é a nossa paixão conhecer as histórias dos empreendedores e empreendimentos que geram renda e progresso para nossa região. 

Aproveite o conteúdo exclusivo, fizemos a edição da Revista 100 Fronteiras #150 pensando em você.

Obrigado por nos acompanhar mensalmente, e uma boa leitura.

Abraços.




Deixe um comentário